família leve

5 estratégias para lidar com leveza diante de conselhos não solicitados

“Fiz assim com meus filhos e ninguém morreu”, ou “Nossa, por que você é tão radical?”, quem tem filhos provavelmente já ouviu frases assim. Certamente não são as melhores palavras que podemos receber como apoio. Como lidar com leveza diante desses conselhos não solicitados? Neste post, partilho cinco estratégias.

1. Ter consciência.

Estar conscientes do que é importante para vocês na criação dos filhos. Portanto, as pessoas que criam os filhos precisam de conversar sobre o que cada um vê como essencial, desejável, “neutro” e inaceitável. Se tiver dificuldades em como fazer isto, minha sugestão é este quadro que fiz e que pode ser baixado gratuitamente aqui para vocês utilizarem como roteiro.

2. Estabelecer uma parceria

Depois de definirem o que para vocês é essencial, desejável, neutro e inaceitável, firmem uma parceria, de modo que um seja o ponto de apoio do outro quando receberem palpites indesejados. Por exemplo, vocês podem definir quem será a pessoa a responder ao conselho: se vier de alguém da sua família, poderá ser você, se isso for tranquilo para si. Caso contrário, poderá ser a outra pessoa a receber o conselho, se ele for visto como um interlocutor mais neutro. Esta solução ajuda a reduzir reações mais intensas por parte de quem dá o conselho. Além disso, fortalece o companheirismo entre vocês.

3. Ser firme e gentil.

Na maioria das vezes, a outra pessoa não quer ser convencida das escolhas de vocês, mas sim (auto)afirmar e validara dela. Então, uma opção para minimizar conflitos adicionais é agradecer, dizer que irão pensar sobre e mudar de assunto.

4. Manter-se informada(o).

Estabeleçam uma comunicação direta com as/os profissionais de saúde que os acompanham.  Decisões bem fundamentadas em informações atualizadas não apenas trazem mais segurança, como também  são ótimos recursos para acalmar opiniões de terceiros. Desse modo, o clássico: “a pediatra disse/recomendou” não costuma falhar.

5. Entender que o conselho do outro é sobre ele, não sobre sua família.

Em seu livro “A coragem de ser imperfeito”, a escritora Brené Brown aborda o assunto. Nas palavras dela: “Quando nos agarramos obessivamente às nossas escolhas sobre educação e vemos alguém praticando outras formas, geralmente percebemos essa diferença como uma afronta ao modo como educamos nossos filhos”.

Sobre este post

O texto original foi escrito pela Equipe do Maternar mais leve ®. Todos os direitos reservados. Se usar o conteúdo, cite a referência. Imagem: Banco de imagens do Canva.

Comentários

Cadastre-se e receba materiais gratuitos que contribuirão para um maternar com mais leveza e menos culpa.

    • Siga o Maternar mais Leve no Instagram

      Ajudo mães a descomplicarem a maternidade.
      Mais leveza e menos culpa.

      Ir para o Instagram

      This error message is only visible to WordPress admins

      Error: No feed found.

      Please go to the Instagram Feed settings page to create a feed.