Vida a dois depois dos filhos: 3 dicas para o casal

Aparecem dois risquinhos no exame de gravidez e, de repente, vocês já não são dois. Alegria, surpresa, friozinho na barriga e dúvidas sobre o que fazer e como será surgem. A chegada dos filhos muda muita coisa mesmo, inclusive a vida do casal.

Com a chegada do bebê, surgem também novas tarefas e responsabilidades, menos tempo e, em alguns momentos, menos paciência. De um lado, uma das partes pode se sentir mais sobrecarregada, enquanto a outra pode se sentir meio deixada de lado. Então, é quase inevitável sentir saudades da vida pré-filhos, por mais que vocês amem seu filho e ele seja uma criança espetacular. Acontece!

A primeira coisa que gostaria de lembrar, é que relacionamentos são dinâmicos mesmo – pense, por exemplo, em como foi o começo e como vocês dois foram mudando com o passar do tempo. Mudanças são naturais e inevitáveis.

No caso da vida a dois depois dos filhos, com a correria cotidiana, o relacionamento do casal pode ficar lá para o final da lista o relacionamento, sendo necessário fazer alguns ajustes para que vocês possam se reencontrar nele. Pensando nisso, compartilho três dicas muito valiosas:

1 – Preparação para a chegada

Sabe quando a gente vai fazer uma viagem legal e se prepara para ela antes de acontecer? Então, isso também pode ser aplicado ao relacionamento: sabendo que vocês vão mudar, tentem antecipar o que pode ser mais estressante e pensem em estratégias para encarar isso. Por exemplo, as noites mal dormidas: como podem se organizar para se apoiarem nisso?

2 – Cuidem com carinho da comunicação entre vocês

Vão surgir atritos e discordâncias, o que é normal e, de certo modo, até esperado, pois vocês possuem histórias diferentes, foram criados de maneiras diferentes também. Dificuldades e ruídos na comunicação podem se tornar em mais um desafio bem no momento em que vocês precisam trabalhar juntos. Além de ajudar a resolver problemas e nas tarefas do dia-a-dia, a comunicação também é muito importante para que vocês se (re)conectem como casal, apesar de todos os perrengues, desafios e diferenças.

3 – Cultivem pequenos momentos a dois e coloquem isso na agenda

Seja assistir a uma série juntos depois que o filho dorme, seja uma refeição com conversa, seja alguma atividade ou hobby que faziam antes dos filhos. Não existe receita pronta (do que e de por quanto tempo fazer), só precisa ser agradável para o casal.

Lembrem-se: é tudo novo e está tudo bem se sentirem como estão se sentindo. E se estiver muito difícil fazer isso sozinhos, vocês sempre podem buscar ajuda profissional!

Com carinho,
Carol Braz

Comentários

Cadastre-se e receba materiais gratuitos que contribuirão para um maternar com mais leveza e menos culpa.

  • LYMP Design