Mãe e filha passando tempo juntas

Aproveite (ainda) mais o seu tempo: 6 dicas bem práticas

Já que estamos começando um novo mês, que tal experimentar seis ações muito práticas para aproveitar (ainda) mais o seu tempo? No post de hoje compartilho seis dicas para fazer render o tempo tão valioso e contadinho das mães!

Quando a gente olha com cuidado para o nosso tempo, está se cuidando (leia aqui um post bem legal sobre autocuidado materno) e, por tabela, cuidando dos nossos filhos (saiba mais sobre a conexão com os filhos nesse post aqui) e da nossa vida a 2 (veja aqui três dicas para o casal).

  • Faça listas mais realistas e enxutas: Evite a tentação de colocar mil atividades e tarefas na sua lista, pois a chance de fazê-los diminui (e a sua frustração aumenta!) e, no final das contas, vem aquela sensação bem desagradável de “perdi o meu tempo que já é pouco”. Que tal fazer o caminho inverso? Experimente colocar menos itens na sua lista, pois aumenta bastante a chance de fazer mais. E para selecionar, priorize aquelas poucas atividades que resolvem muito.
  • Desligue (o que for possível): Já reparou que, muitas vezes, estamos no meio de uma tarefa, quando, de repente temos uma ideia, corremos para as redes sociais/e-mail/whatsapp e, depois de uns minutinhos rolando o feed das redes sociais ou abrindo e fechando o whatsapp já nem nos lembramos como fomos parar lá? Com isso, uma tarefa que seria simples acaba levando bem mais tempo. Experimente desligar as notificações por um tempo ou, se possível, desconectar o telefone por um período, para se concentrar mais em algumas tarefas.
  • Experimente o Método Pomodoro: Com a ajuda de um temporizador (no original era aqueles timers de cozinha no formato de tomate, por isso o nome do método, mas pode ser o timer do telefone mesmo), divida seu tempo em blocos de 25 minutos seguidos de 5 minutos de intervalo. Nos 25 minutos, o foco é todo dedicado à atividade e depois são 5 minutos sem mexer na tarefa. Depois da pausa, inicia um novo bloco de 25 minutos.
  • Que tal uma trilha sonora? Se para você a concentração não combina com silêncio absoluto, que tal uma playlist instrumental ou de meditação para acompanhar a tarefa? Sou desse grupo e já testei várias playlists, atualmente estou usando muito uma trilha bem específica, que, curiosamente, foi sugestão do meu filho (e deu muito certo!).
  • Re-veja, Re-avalie, Re-calcule, Re-comece: Experimente e esteja atenta às mudanças e adaptações que podem surgir pelo caminho: nem todos os dias são iguais, muito menos a sua disposição (e tudo bem!). Você pode testar e ir descobrindo o que funciona para si!
  • Delegue algumas tarefas: Você não precisa dar conta de tudo! Pode pedir ajuda, isso não a torna “menos mãe”.

Se mesmo com as dicas ainda parecer muito difícil, busque ajuda profissional! Nós, psicólogos, podemos mapear suas necessidades específicas e propor um plano feito especialmente para que você desenvolva essas habilidades de um jeito que faça sentido! Se quiser saber mais, é só me escrever: falecom@maternarmaisleve.com

Com carinho,
Carol

Comentários

Cadastre-se e receba materiais gratuitos que contribuirão para um maternar com mais leveza e menos culpa.

  • Siga o Maternar mais Leve no Instagram

    Ajudo mães a descomplicarem a maternidade.
    Mais leveza e menos culpa.

    Ir para o Instagram

  • LYMP Design