comemoração_conquista_maternar_mais_leve

Dois anos do Maternar mais leve – cinco razões para agradecer

Parece que foi ontem que respirei fundo e, com a cara e a coragem, apertei o “publicar” do primeiro post no Maternar mais leve. De lá para cá, muito mudou e aprendi tanto! Neste post, compartilho cinco razões para agradecer pelo que vivi e aprendi.

No dia 11 de janeiro de 2019, respirei fundo, apertei o “publicar” e lancei o primeiro post do Maternar mais leve lá no Instagram. A logo, eu que fiz, a paleta de cores que escolhi, e a coragem (junto com o medo). Não me sentia pronta, mas a cada vez que adiava o lançamento, eu ficava mais insatisfeita comigo mesmo. Mas a história começou muito antes.

O começo

A primeira vez em que surgiu a ideia do Maternar mais leve foi em Junho de 2018. Queria desenvolver algo que encorajasse mães a se (re)encontrarem na maternidade, sem ditar regras ou cartilhas de “mãe perfeita”, nem apontar o dedo para essas mães. Meu desejo era contribuir, por meio do meu trabalho, para que mais mães encontrassem leveza e se apropriassem do seu maternar. A inspiração veio tanto do meu primeiro maternar, experiência intensa, com  delícias e dores, e com oportunidade para retomar o que gostava (a escrita), o que tinha vontade (criar o meu negócio, em coerência com os meus valores) e o que buscava (trabalhar e estar presente na criação do meu filho, contribuindo de maneira positiva com outras mães e famílias).

Precisei de uns meses para ganhar coragem, estudar e me planejar (estrategica, emocional e financeiramente). Fui desenhando um modelo e sempre que encontrava alguém que já estivesse trilhando um caminho parecido, aproveitava para conversar e apresentar a ideia. A partir dos feedbacks que vieram, fui amadurecendo e gestando o projeto. Em Janeiro, aproveitando o momento de “ano novo, vida nova” e lancei.  E desde então vivi tantas coisas que decidi compartilhar as cinco pelas quais sou agradecida.

1. As pessoas e as suas histórias.

De lá para cá, pude conhecer muitas pessoas que se identificaram com minha proposta e confiaram no meu trabalho, compartilhando muito de suas histórias nos atendimentos individuais, nas consultorias, cursos, supervisões e na comunidade que tenho aqui no Blog e no Instagram. Tem sido muito bonito acompanhar tantos processos de desenvolvimento pessoal e de promoção de saúde e bem-estar materno-paterno-infantil  (leia mais sobre isso aqui) e ver que estamos criando uma comunidade de mães que acreditam que maternar mais leve é possível, sim (se quiser saber mais sobre esse assunto, veja este texto aqui).

2. O meu crescimento

Quando olho para minha trajetória profissional desde a fundação do Maternar mais leve, consigo identificar o quanto cresci e o quanto ter começado antes de estar pronta foi importante para experimentar, testar, aprender com acertos e erros, recalcular a rota. Descobri, também, um mundo de conhecimentos de outras áreas: escrita, planejamento, empreendedorismo. Além disso, pude rever alguns conceitos um pouco equivocados que tinha sobre negócios, carreira e psicologia.

3. A equipe

Ninguém caminha só. Se no começo fiz muito sozinha, ao longo do caminho pude contar com uma equipe que tem me ajudado com a criação da identidade visual e site, com estratégias, com apoio para tarefas relacionadas à marca. Delegar e pedir ajuda também é possível (veja esse texto aqui) e é preciso para que possamos focar no que é o coração da marca.

4. As oportunidades

Lançar o Maternar mais leve para o mundo me possibilitou oportunidades de crescimento pessoal e profissional. Convites para parcerias muito especiais surgiram por meio do meu trabalho. Destaco duas delas: o convite para ingressar no Consórcio Internacional sobre Burnout Parental e o workshop in company que pude realizar para as mães que trabalham no Grupo Único (empresa que reúne Imaginarium, Puket, Casa Mind, Ludi presentes).

5. A aprendizagem

Diariamente aprendo algo novo e isso me encanta muito. Aprendo com as pessoas que atendo na clínica, com as pessoas que adquirem outros serviços meus, com as pessoas com quem interajo na comunidade do Maternar mais leve, com os conteúdos e formações que busco em outras áreas, com os estudos que leio e com as publicações das quais participo como co-autora.

E não acaba por aqui

Pela ocasião do aniversário do Maternar, estou relançando o e-book que vocês mais gostaram: “Em casa com crianças pequenas: 40 ideias de brincadeiras simples”. Você pode receber o seu gratuitamente aqui.

Sobre este post

O texto original foi escrito por Ana Carolina Braz (Maternar mais leve ®). Todos os direitos reservados. Se usar o conteúdo, cite a referência. Imagem: Banco de imagens do Canva.

 

Comentários

Cadastre-se e receba materiais gratuitos que contribuirão para um maternar com mais leveza e menos culpa.

  • Siga o Maternar mais Leve no Instagram

    Ajudo mães a descomplicarem a maternidade.
    Mais leveza e menos culpa.

    Ir para o Instagram

  • LYMP Design